(depois de uma conversa de café muito interessante…)

Viajar é um evento muito apetecido para aventureiros.
Serve para conhecer novos ares, mentadalidades, culturas, novas cores, novos hábitos…!
Nem todos podem usufruir de tal passatempo e/ou trabalho.
Com efeito, espelho um desafio…

1-Foi convidado/a para fazer uma volta ao mundo, e tem três hipóteses:
– de roulotte
– de avião
– de barco
Qual preferia e porquê?

2-Tal convite pode ser extensivel a mais 3 pessoas. Quem mais levaria? (consoante a resposta atrás dada, não vá os acompanhantes preferir outra opção lol)

3-É-lhe oferecida uma máquina que permite escolher os tempos das idades, isto é, antes de partir para sua viagem…pode escolher uma idade permanente, ou seja, ex: eu escolheria 17 anos para sempre, e um acompanhante que levaria creio que escolheria 31 anos “permanente”.

4-Existem dois pacotes de viagem. O 1º é fazer a viagem ao seu gosto, passar por onde quiser, quando quiser … liberdade exlusiva. O 2º pacote teria de cumprir normas, tais como: passar e parar em zonas criticas, tais como Darfur, Angola…isto para ajudar os desfavorecidos, correndo os riscos inerentes. Resumindo, Que pacote escolheria, o pacote, digamos, de “1ª classe” ou o pacote “critico”?

5-Dando continuidade ao ponto 4, tendo escolhido o pacote “critico”, sua tarefa, por terras sofredoras, tem sido muito agradecida e inclusivé aprimorada. Na hora de despedida, vê um grupo de crianças chorando para que não vá embora. Está a chegar à porta do aviao e na sua consciência ressoa “fica…fica please…precisamos muito de ti”…! Pára…olha de novo para as crianças e para a porta do avião! Está num dilema.
Que faria? Ficava e neste caso perderia a hipotese de continuar a viagem, ou reagiria doutra forma?

Deixo/Passo este desafio a todos, mas de salutar, a:
manita
cdesag
catia
amy

maria joao
teresa
fa menor
andreza
pati

Um abraço ternurento deixo-vos!