Hoje em dia vive-se um sentimento do faz de conta, um sentimento de que as coisas se resolvem sem fazermos nada, um sentimento de que não é preciso moral, um sentimento de deixar andar as coisas como estão, de baixarmos os braços, de sermos vingativos, de sugarmos o que não é nosso, de não admitirmos a realidade e a verdade, de sermos brutos, de sermos apáticos, de sermos egoítas, de sermos corruptos, enfim … trata-se do caminho errado. O pessimismo consome-nos, mas o dever existe e como diz o director do diariodigital, mesmo com esta realidade crua, dura, feia e triste, não podemos desistir. Olhemos em frente. Sejamos patriotas e façamos o que gostávamos que nos fizessem a nós: ajudar, apoiar e lutar pela vida!


(Fonte: Gaxed)