Quem saborea a vida? Quem triunfa? Quem é bondoso? Quem merece? Deseja o leitor saber as respostas?
Acha possível responder? Eu acho. Para responder vou citar uma parte do discurso do presidente americano Theodore Roosevelt que pronunciou na Sorbonne de Paris, no dia 23 de Abril de 1910:

"O crítico não conta absolutamente nada: tudo o que faz é apontar um dedo acusador no momento em que o forte sofre uma queda, ou na hora em que o que está a fazer algo comete um erro. O verdadeiro crédito vai para aquele que está na arena, como rosto sujo de poeira, suor, e sangue, lutando com coragem. O verdadeiro crédito vai para aquele que erra, que falha, mas que aos poucos vai acertando, porque não existe esforço sem erro. Ele conhece o grande entusiasmo, a grande devoção, e está gastando sua energia em algo que vale a pena. Este é o verdadeiro homem, que na melhor das hipóteses irá conhecer a vitória e a conquista, e que na pior das hipóteses irá cair; mas mesmo em sua queda é grande, porque viveu com coragem e esteve acima daquelas almas mesquinhas que jamais conheceram vitórias e derrotas."

Acha que este excerto explica quem é o verdadeiro Ser Humano?